COMO GUARDAR DINHEIRO MESMO ENDIVIDADO?

Como guardar dinheiro em tempos de crise e em meio às dívidas? Parece impossível guardar algum valor financeiro com todas as contas para pagar e com o mercado frio em vias de uma recessão e com tantas incertezas.

Como Guardar Dinheiro mesmo endividado

Mas, para a nossa surpresa, é possível sim. Mesmo renegociando dívidas e encontrando alternativas para a geração de renda, é possível reservar determinadas quantias para atingir determinado objetivo.

O objetivo para juntar dinheiro pode ser comprar uma nova máquina para trabalhar, investir num novo curso ou até mesmo reformar a casa, por exemplo.

COMO GUARDAR DINHEIRO

Veja bem, quando falamos em fazer economia e reservar um valor financeiro na conta bancária nos referimos a qualquer valor, seja de 10,00 reais por mês ou até 1 milhão de reais (se este for o seu caso).

Cada valor pequeno, médio ou grande pode ser reservado e garantir uma boa economia futura. Lembramos também que esse dinheiro guardado pode ajudar também a pagar dívidas antigas e acumuladas, orientando você a limpar o seu nome e o da sua empresa, caso seja um empreendedor.

BENEFÍCIOS

Sabemos que questões financeiras impactam a sua vida e a dos outros a sua volta. Saber reservar dinheiro sempre gera um ótimo benefício de ter recursos para resolver grandes pendências e superar dificuldades.

As preocupações com as dívidas e com a grana que, repentinamente, não entrou, por prejudicar relacionamentos pessoais e profissionais. Além de prejudicar a saúde física e psicológica.

O pior problema financeiro é o endividamento, mesmo que seja emergencial. É importante buscar ter mais tranquilidade financeira na vida.

Quando a pessoa tem uma reserva juntada aos poucos, ela tem um recurso em caixa.

MAIS BENEFÍCIOS

Ter recursos para emergência ou para resolver determinada pendência ajuda na auto-estima, a pessoa se sente novamente motivado a trabalhar, melhora o humor e a produtividade.

Ter dinheiro guardado pode projetar um sentimento de segurança, principalmente, em situações de emergência e dificuldades.

REDUZIR GASTOS

Para conseguir pagar dívidas e juntar dinheiro é importante reduzir gastos.

Reveja os seus hábitos como almoçar ou jantar demais fora de casa, comprar coisas desnecessárias e gastar demais com a conta de luz, gás e água de forma desnecessária.

Caso possa ir à pé para o trabalho para economizar no transporte, faça isso e terá uma nova renda adicional para pagar suas dívidas e juntar uma verba todos os meses.

SEJA ESFORÇADO

Seja esforçado e faça as contas na calculadora. Você não deve fazer uma planilha de gastos muito complexa, pois além da continha manual há aplicativos que podem ajudar nessa tarefa no smartphone.

Caso não tenha paciência com celular, anote tudo num caderninho em ordem. Não deixe passar nenhum gasto.

Quando chegar em casa repasse todas as anotações para um planilha, caso precise.

Não faça contas de cabeça e nem as revise mentalmente, pois você pode esquecer ou aumentar sua preocupação.

A partir das contas, faça um raio-x de sua vida e de seus gastos para identificar onde estão os vazamentos em seu orçamento semanal e mensal.

PARE DE USAR CARTÃO DE CRÉDITO

Se você precisa pagar dívidas e precisa saber como guardar dinheiro, é fundamental evitar o uso do cartão de crédito. Mesmo em situações de emergência, avalie se vale a pena usar o cartão.

Ele possui tarifas, taxas e juros altíssimos em caso de atrasos. O cartão de crédito pode ser o pior vilão de sua vida financeira, principalmente, em casos de atraso e parcelamento de faturas.

TENHA DISCIPLINA

Na vida financeira, quando não temos a disciplina necessária perdemos as contas e as oportunidades.

Seguir e cumprir as metas estabelecidas são fundamentais para evitar perdas de recursos e novos endividamentos.

TENHA OUTRAS FONTES DE RENDA

Além de seu salário ou ordenado principal, busque fazer horas extras, realizar outros trabalhos como autónomo e outros tipos de trabalhos temporários que possam ajudá-lo a gerar mais dinheiro em sua conta bancária além de seu salário mensal.

Atualmente, tem sido comum pessoas trabalharem o dia inteiro e depois, à noite trabalharem como motorista de aplicativo ou fazer outros tipos de tarefas na Internet.

NEGOCIE SUAS DÍVIDAS

Quando você negociar suas dívidas, você pode conseguir descontos, abatimentos e parcelas mais acessíveis.

Ao negociar você conseguirá enxergar o montante do que você deve na praça e planejar o quanto você pode separar para pagar as dívidas, para manter as despesas da casa e o valor que conseguirá guardar.

VISÃO DAS DÍVIDAS

É importante que você se lembre que as dívidas mais caras são as que possuem taxas de juros mais altas, e não o maior saldo devedor. Pois, a taxa de juros determina a velocidade do crescimento da dívida no decorrer do tempo.

Antes de negociação é importante organizar e priorizar as dívidas mais caras, pois o credor também está ainda mais interessado em receber seu pagamento.

SEJA UM INVESTIDOR

Mesmo estando endividado com as suas contas aparceladas, você pode saber como guardar dinheiro e investir numa nova ideia para ganhar mais dinheiro e abrir um negócio em paralelo.

É importante manter novos hábitos financeiros para mudar substancialmente sua vida. As empresas fazem isso, elas pagam suas dívidas, negociam e continuam investindo em algo estratégico para o retorno mercado lógico da corporação.

Mesmo endividado, é possível sim investir em novas oportunidades de negócios e empreendimento pessoal, seja na área de serviços prestados ou produtos.

Mesmo que você deposite suas economias numa caderneta de poupança ou em outros títulos de investimento bancário, você terá a sua reserva guardada ou aplicada com segurança.

NÃO PONHA DINHEIRO EM MÃOS ERRADAS

Guardar Dinheiro mesmo endividado - Não ponha dinheiro em mãos erradas

Não ponha seu esforçado dinheirinho guardado nas mãos de cunhado, colega de trabalho e demais pessoas de sua relação pessoal sem ter a certeza que haverá de fato um investimento. A não ser que sua esposa ou parente queira trabalhar com você e gerar renda.

CONCLUSÃO

Anotar tudo, ser esforçado e buscar soluções é melhor do que se desesperar. Ter estratégias fortes e direcionadas ajudam a criar confiança, credibilidade e visão. Ter dinheiro é importante, mas ter visão é mais importante ainda, principalmente, em tempos de dificuldades e desafios.

Post um Comentário